segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

ENXERGANDO O LADO BOM DOS MEUS PROBLEMAS


Graça e Paz amados

Hoje eu vim falar de um tema muito abençoado que trouxe muita luz para a minha vida nesses últimos dias e que tenho certeza que vai te abençoar também:

"ENXERGANDO O LADO BOM DOS MEUS PROBLEMAS"

Vocês já repararam que todos nós sempre estamos envolvidos em algum problema? Pode ser na área financeira, emocional, na família, em nossa saúde, enfim, em qualquer lado da nossa vida, sempre estamos enfrentando algum problema, ou melhor, alguma dificuldade que precisa ser resolvida.

Só que isso é bom, sabia??

Calma, antes de pensar que eu estou falando alguma besteira eu vou me expressar melhor...

O que estou querendo dizer é que independente de qual seja a fonte ou a área do nosso problema, sempre existira um lado bom nele. E se nos estivermos sensíveis a isso, logo encontraremos o caminho da vitoria para ele.

Tenho por base o texto que esta no evangelho de Mateus 9:27 a 30a, vamos ler:

"E, partindo Jesus dali, seguiram-no dois cegos, clamando, e dizendo: Tem compaixão de nós, filho de Davi. E, quando chegou à casa, os cegos se aproximaram dele; e Jesus disse-lhes: Credes vós que eu possa fazer isto? Disseram-lhe eles: Sim, Senhor.
Tocou então os olhos deles, dizendo: Seja-vos feito segundo a vossa fé. E os olhos se lhes abriram."

Meu Deus, existe uma profundidade nesse texto que me fortalece muito cada vez que eu o leio.

É importante citar aqui que o momento em que estava acontecendo esse fato era muito especial. Jesus estava indo em direção ao ápice do seu Ministério terreno. Ele já havia sido apresentado por João Batista, tinha passado pela tentação do deserto, já havia escolhido os primeiros dissipulos, pregou para uma multidao o "Sermão da montanha", e já havia realizado os vários milagres de curas, libertação, andado sobre as águas e ate mesmo realizado a sua primeira ressurreição (a filha de Jairo).

E é exatamente nesse contexto que acontece o fato dos dois cegos que seguiam a Jesus.

Aqueles homens eram deficientes visuais. Sei que para muitos de nós, quando pensamos em uma enfermidade como essa, pode nos vir tudo na mente, menos que isso era uma coisa boa. Porem quero aqui, a luz da palavra, mostrar o contrario pois eu acredito, lendo esse texto, que a maior qualidade que aqueles homens tinham, naquele momento, era o fato de serem cegos.

A cegueira aos olhos humanos era o grande problema deles, mas aos olhos espirituais essa foi a principal razão que os fizeram a seguir Jesus. Aleluia!!

"E, partindo Jesus dali, seguiram-no dois cegos". Eu fico aqui pensando, sera que se aqueles homens não fossem cegos eles estariam seguindo Jesus pelo caminho? Eu acredito que se aqueles homens não tivesse aquele problema, eles não estariam ali, eles poderiam estar envolvidos com seus negócios, sua família, seus amigos. Mas eles eram cegos, não tinham muita oportunidade, a não ser depender de um milagre para mudar a vida deles.

Porem um dia eles ouviram falar de Jesus. Melhor do que isso, eles resolveram seguir a Jesus. Sabiam que Nele eles encontrariam tudo o que precisavam.

Aqueles cegos depositaram toda a esperança que tinham em Jesus, e eu posso ver pelo texto que eles tiveram 5 atitudes que os levaram a segui-lo de forma sincera e verdadeira :

1. Eles foram persistentes: "E, partindo Jesus dali, seguiram-no dois cegos". Talvez pode nos parecer simples esse seguir mas imagino que não deve ter sido muito fácil para aqueles homens seguir a Jesus. Afinal eles eram cegos, e eu pergunto: como eles conseguiam seguir a Jesus sendo cegos? Havia uma multidao junto a eles, sera que eles contavam com a ajuda das pessoas, ou eles aproveitavam a sensibilidade que tinham da sua audição para ouvir a voz do Mestre e assim, ate mesmo pelos ruídos seguirem em direção ao Senhor? Eu acredito que foi necessário muita persistência para conseguir seguir a Jesus. Eles não desanimaram diante da dificuldade.
2. Eles seguiram o caminho clamando ao Senhor: "seguiram-no dois cegos, clamando". Enquanto eles seguiam a Jesus eles demonstravam o profundo desejo que serem ouvidos pelo mestre. De chamar a Sua atenção. No texto original essa palavra clamaram tem o sentido de choro angustiante, desespero... Havia sentimento em suas palavras, era real, era sincero o que eles estavam querendo ali.
3. Eles sabiam que eram pecadores e declaravam isso em seu clamor: "e dizendo: Tem compaixão de nós". Eles sabiam que Jesus poderia cura-los, porem eles sabiam que não poderiam exigir isso do Senhor. Não seria por merecimento, no momento em que eles clamaram por misericórdia, eles estavam assumindo a posição de pecadores e declarando a necessidade da Graça, do favor imerecido do Senhor na vida deles.
4. Eles declaravam que Jesus era o Cristo. "Tem compaixão de nós, filho de Davi".Ha muitos anos o povo de Deus aguardou a plenitude dos tempos, que se cumpriria com a chegada de Jesus, o Messias. Para a grande maioria do povo de Deus era difícil aceitar Jesus como Messias devido forma humilde e de Servo que Ele se apresentou. Mas, ao clamarem "Filho de Davi" eles estavam afirmando a fé de que Jesus é o filho de Deus.
5. Eles eram determinados: "E, quando chegou à casa, os cegos se aproximaram dele". Não podemos deixar de observar que no caminho aqueles cegos estavam com uma multidao, com dificuldades, mas não desistiram dos seus propósitos. Quantos comentários desanimadores eles poderiam ter ouvido ate ali, quanta mentira e calunia surgia no meio do povo questionando o poder de Jesus. Porem eles não deram ouvidos as mas noticias, eles estavam determinados a alcançar a cura tao almejada.

Aqueles cegos tinham um grave problema, uma enfermidade que não lhes permitia nem sequer ter uma vida normal, porem, eles sabiam que poderiam alcançar a cura se conseguissem diante de uma multidao chamar a atenção do Mestre. Não basta reconhecer que temos um problema, temos que seguir a Jesus, persistir, clamar, nos arrepender e reconhecermos que dependemos da Sua Graça e permanecer determinados em declarar que Ele e o Senhor, não importando as circunstancias em nossas vidas. So assim conseguiremos chamar a Sua atenção em meio a multidao.

E foi assim que e aqueles homens conseguiram a vitoria: eles chamaram a atenção de Jesus: "E, quando chegou à casa, os cegos se aproximaram dele; e Jesus disse-lhes: Credes vós que eu possa fazer isto? Disseram-lhe eles: Sim, Senhor.". Os cegos não sabiam, mas desde o inicio Jesus já sabia que eles estavam ali clamando por Ele. Jesus fez essa pegunta porque sabia que a fé daqueles homens era grande o suficiente para que pudesse acontecer a cura. Porem Ele precisava demonstrar não só a eles, mas a mim e a você a importância da fé para que se opere o milagre.

"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam."Hb 11:6

A fé e o fio que liga nos em Deus, precisamos ter fé que Ele fara. Acreditar. A fé e o fio de conexão entre Deus e o homem.

De nada adianta reunir em oração, ou ir aos cultos, ler a Palavra se não estivermos conectados e acreditando que Deus pode e quer operar, falta somente a nossa parte.

"Tocou então os olhos deles, dizendo: Seja-vos feito segundo a vossa fé."

"E os olhos se lhes abriram."

Eles tiveram fé, eles utilizaram da cegueira para se aproximarem de Jesus. Antes de receberem a cura física, pela fé eles já haviam recebido a maior cura, a da alma, a espiritual, pois eles foram convencidos da verdade que Jesus é o Messias, de que era necessário que se arrependessem e clamassem por misericórdia, que precisariam persistir e no momento que Jesus iria os curar, não permitiram que a duvida entrassem no coração deles.

Portanto, não importa a dor ou o tamanho da sua dificuldade hoje. Eu declaro que você seja curado da cegueira que te impedia de ver o lado bom do seu problema e canalize toda a fé que você tem no Deus que e poderoso para agir em seu favor. Permaneça firme e determinado em alcançar a sua vitoria.

Acredite: o problema que você esta enfrentando hoje e a grande possibilidade que você tem de se aproximar mais do Senhor!!! Aleluia.

Um grande abraco a todos,

Shalom Adhonai,

Ana Burle

2 comentários:

james disse...

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados, irmã Ana Burle.

Fidedigno vosso relato, infelizmente, ao ser humano, e principalmente aos que se dizem ser “povo de Deus”, as murmurações vêem em primeiro plano aos problemas...

Mas, louvemos ao Senhor que nos ensina que “não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações (problemas); sabendo que a tribulação (problema) produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Romanos 5.3-5).

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém.

Fraternalmente.
James.
www.jesusmaioramor.blogspot.com

Anônimo disse...

A Paz amiga!
Muito obrigada por reforçar o lado bom dos problemas com essa passagem bíblica que eu não conhecia(tô começando agora...)DEUS me fez enxergar também Ana!porque eu creio que mais que nosso Salvador Ele é o Senhor das nossas vidas!E Ele é comigo! Aleluia!!!!
Fica com Ele vc tb amada(gosto qd vc me chama assim e retribuo então)!
Gd bj!!!!